Menu
Atualizado em 17/06/2019 às 22h40

Projeto de Indicação Geográfica do Pirarucu de manejo avança com criação de organização gestora

Federação dos Manejadores de Pirarucu da Região de Mamirauá (Femapam) une associações para gestão do projeto que busca valorizar pescado. Na foto, manejadores na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Amanã
Bernardo Oliveira/Instituto Mamirauá
Lançado em 2018, o projeto “Indicação Geográfica (IG) Pirarucu de Manejo da Região de Mamirauá” avançou para a última etapa com a criação da Federação de Manejadores de Pirarucu da Região de Mamirauá (Femapam), organização que atuará como gestora do selo.
A 1º Assembleia Geral da Femapam aconteceu em maio na cidade de Tefé, no Amazonas, e finalizou ciclo de assembleias das associações da região para debates sobre plano. O projeto realizado pelo Sebrae com parceria do Instituto Mamirauá visa a valorização do pescado, que tem crescimento de cerca de 25% ao ano nas áreas de manejo.
Ao todo, nove municípios do Amazonas serão abrangidos com a indicação geográfica: Alvarães,...

Fonte: Globo.com

AM - Manaus

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS