Menu
Atualizado em 22/08/2019 às 14h00

Suspeito de matar mulher a facadas em hotel diz que cometeu crime após vítima deixar de fazer visitas a ele na cadeia

Homem deixou cadeia recentemente em Manaus. O ex-presidiário Carlos Maki Mota do Nascimento, de 27 anos, suspeito de matar uma mulher a facadas dentro de um hotel no Centro de Manaus
Patrick Marques/G1 AM
O ex-presidiário Carlos Maki Mota do Nascimento, de 27 anos, suspeito de matar uma mulher a facadas dentro de um hotel no Centro de Manaus, na noite de terça-feira (20), declarou ter cometido o crime por ciúmes. Ele afirma ter desconfiado de traição já que a mulher deixou de fazer visitas a ele na cadeia. "Não aceito traição", disse.
O crime ocorreu em um hotel na Rua Lobo D'almada. Segundo a polícia, a vítima entrou no estabelecimento com o suspeito, que deixou o local após o crime. O corpo dela foi encontrado em seguida por funcionários, no banheiro do local.
Segundo o delegado da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Paulo Martins, Nascimento foi localizado horas após o assassinado, após ser reconhecido por...

Fonte: Globo.com

AM - Manaus

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS