Menu
Atualizado em 10/10/2019 às 11h20

Ex-vereador do AM suspeito de estelionato associa prisão a perseguição política; polícia destaca histórico criminoso

Ele é acusado de ter vendido um imóvel que seria alugado, obtendo R$ 2,6 milhões. Ex-vereador de Presidente Figueiredo, Maurício Gomes é preso junto com esposa
Eliana Nascimento
Preso suspeito de estelionato, o ex-vereador do município de Presidente Figueiredo, Maurício Gomes, alegou que sua prisão, nesta quarta-feira (9), tem a ver com perseguição política. Ele é acusado de ter vendido um imóvel que seria alugado, obtendo R$ 2,6 milhões.
Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (10), na sede da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), o ex-vereador afirmou que sofre perseguição após ter denunciado um esquema de corrupção na cidade.
"Ela não vai falar, por não ter nada para falar pois ela é mãe, uma dona de casa, não tem nada a ver com essa história. A história é minha, eu vendi o que é meu, eu comprei, eu paguei e eu tenho recibos aqui na delegacia que foram entregues. Paguei mais de R$ 2...

Fonte: Globo.com

AM - Manaus

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS