Menu
Atualizado em 19/08/2019 às 06h40

Autônomo é julgado pela morte de caseiro após confusão por venda de uma vaca, em Macapá

Crime é de 2015. Ele nega autoria. Um outro suspeito está foragido desde a época do homicídio. Julgamento acontece no Tribunal do Júri, localizado no Fórum de Macapá
Jorge Abreu/Arquivo G1
Um autônomo de 28 anos deve ser julgado por um homicídio nesta segunda-feira (19), na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Macapá, a partir das 8h. A vítima foi Maximiano dos Santos Corrêa, morto degolado e com golpes de arma branca pelo corpo, em 2015, em um desentendimento após a venda de uma vaca.
O réu, que tinha 23 anos na época, sempre negou autoria do crime, declarando que saiu do local antes do homicídio acontecer. Ao longo do processo, a defesa alegou que a acusação é baseada no que as testemunhas ouviram falar sobre o crime, o que não comprovaria existência de provas.
Há um segundo suspeito, de 33 anos, que era vizinho da vítima; ele sumiu após o crime e nunca foi localizado pela polícia. Ele tem um mandado de prisão em aberto, devido à...

Fonte: Globo.com

AP - Macapá

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS