Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 07h40

Família reencontra após quase 40 anos parente dada como desaparecida em naufrágio no AP

Vera Lúcia retorna ao estado após reencontrar parentes pela web. Boatos em 1981 apontavam que ela teria sido vítima do acidente do barco Novo Amapá, que matou quase 600 pessoas. Um abraço separado por 40 anos: Vera Lúcia (centro) com as irmãs Noemia e Luzia
John Pacheco/G1
O Aeroporto de Macapá tão acostumado a partidas e despedidas foi palco de mais um reencontro, que ao contrário da maioria, demorou quase 40 anos para acontecer. O sorriso no rosto e o abraço demorado entre três irmãs e outros parentes marcou a volta para casa, mesmo que temporária, de uma amapaense que deixou a terra e perdeu o contato definitivo com a família.
A história da costureira Vera Lúcia Pacheco do Espírito Santo, de 60 anos, mudou de vez no início da década de 1980 quando deixou a casa do pai após a morte da mãe e tentou a vida fora do Amapá, passando pelo Pará até se firmar em Manaus, no Amazonas, onde casou.
Abraço marcou reencontro entre irmãs no...

Fonte: Globo.com

AP - Macapá

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS