Menu
Atualizado em 11/06/2019 às 14h52

'Tribunal do crime' de facção condenou mecânico morto em MS, aponta investigação

Antes de ser morto o homem foi torturado, ainda de acordo com a polícia. Ordem foi dada por facção criminosa.  Polícia faz operação para prender suspeitos de assassinato e tortura em Três Lagoas
A polícia concluiu que o mecânico Alisson de Souza Santos, de 23 anos, foi morto depois de passar por uma espécie de "tribunal do crime" em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande. Segundo as investigações, a ordem partiu de dentro do presídio na região leste do estado e foi dada por chefes de uma facção criminosa.
Alisson estaria cometendo estupros contra uma adolescente de apenas 11 anos, que era vizinha. A família da menina descobriu o caso, e de acordo com a polícia, resolveu acionar a facção. Diante da esposa, o mecânico foi tirado a força de dentro da casa dele, no dia 26 de feveiro. Ele passou pelo "tribunal de júri do crime" e teria sido torturado e assassinado.
O mecânico foi encontrado morto no dia 1º de março, em um...

Fonte: Globo.com

MS - Campo Grande

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS