Menu
Atualizado em 16/09/2019 às 06h40

Preços do petróleo disparam após ataques a instalações na Arábia Saudita

Na abertura do mercado, cotação do barril saltou quase 20% em Londres, a maior alta em uma sessão desde a guerra do Golfo em 1991. Ataque à refinarias na Arábia Saudita atinge 5% da produção global de petróleo
O preço do petróleo disparou nesta segunda-feira (16) em Londres após os ataques do fim semana contra infraestruturas petroleiras na Arábia Saudita, que o governo dos Estados Unidos atribuiu ao Irã e que provocaram a redução à metade da produção do maior exportador mundial.
Às 9h30 GMT (6h30 de Brasília), o barril de Brent do Mar do Norte, referência na Europa, para entrega em novembro registrava alta de 9,52% na comparação com sexta-feira, sendo negociado a US$ 65,97 no Intercontinental Exchange (ICE) de Londres.
Ao mesmo tempo, o barril de "light sweet crude" (WTI) para o contrato de outubro subia 8,71%, a US$ 59,63, no New York Mercantile Exchange (Nymex).
Na abertura do mercado, a cotação do barril disparou quase 20% em...

Fonte: Globo.com

Economia e Finanças

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS