Menu
Atualizado em 18/09/2019 às 11h00

Investidores institucionais cobram empresas por ações contra desmatamento da Amazônia

No documento, divulgado pela ONG Ceres, signatários se dizem preocupados com os impactos financeiros que o desmatamento pode ter nas companhias em que investem. Neste ano, vários Estados da Amazônia legal tem enfrentado queimadas em florestas
Reuters
Um grupo de 230 investidores institucionais, responsáveis pela gestão de US$ 16,2 trilhões, está pedindo às empresa que ajam contra o desmatamento e as queimadas que vêm atingindo a floresta amazônica. O documento foi divulgado pela ONG Ceres, sediada nos Estados Unidos, que reúne investidores e ambientalistas na promoção da sustentabilidade da economia.
"É com grande preocupação que acompanhamos a crescente crise do desmatamento e dos incêndios florestais no Brasil e na Bolívia. Como investidores, que têm o dever fiduciário de agir no melhor interesse de longo prazo de nossos beneficiários, reconhecemos o papel crucial que as florestas tropicais têm no combate às mudanças climáticas, na...

Fonte: Globo.com

Economia e Finanças

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS