Menu
Atualizado em 20/09/2019 às 07h40

China corta nova taxa de juros de referência pelo 2º mês seguido

Banco Central chinês segue, entretanto, cauteloso em suas medidas de estímulo devido a preocupações com o aumento do endividamento. Bandeira nacional chinesa vista em Xangai, na China
Aly Song/Reuters
A China cortou sua nova taxa de juros de referência de um ano pelo segundo mês consecutivo nesta sexta-feira (20), um passo do banco central para tentar reduzir os custos de empréstimos e apoiar a economia enquanto a guerra comercial entre o país e os Estados Unidos se arrasta.
Mas a medida foi muito mais branda do que as flexibilizações de política monetária do Federal Reserve (Fed) e do Banco Central Europeu (BCE) deste mês, sugerindo que os formuladores de política monetária da China continuam relutantes em se juntar a uma onda de estímulo global devido a preocupações com o aumento da dívida.
Bolsas da China fecham em alta, mas acumulam perdas no acumulado da semana
Ainda assim, analistas dizem que a restrição de Pequim está...

Fonte: Globo.com

Economia e Finanças

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS