Menu
Atualizado em 09/10/2019 às 21h20

Entenda como será a divisão entre estados e municípios de recursos do megaleilão de petróleo

Leilão em 6 de novembro vai render R$ 106 bilhões, que as empresas vencedoras pagarão ao governo pelo contrato. Estados receberão R$ 10,5 bilhões e municípios outros R$ 10,5 bilhões. Depois de semanas de impasse, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (9) as regras para a divisão entre estados e municípios da parte do bônus do megaleilão de petróleo do pré-sal , a chamada cessão onerosa.
Marcado para 6 de novembro, o leilão vai render R$ 106 bilhões apenas em bônus que as empresas vencedoras vão pagar ao governo pelo contrato.
Desse total, o governo se comprometeu a repassar 30% a estados e municípios, o que representa R$ 10,5 bilhões para cada grupo.
Nas últimas semanas, as discussões sobre os critérios para definir a parcela que cada estado e cada município receberá do bônus dividiram o Congresso.
O principal impasse estava na partilha da fatia destinada aos estados: os do Sul e Sudeste, que concentram a produção de...

Fonte: Globo.com

Economia e Finanças

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS