Menu
Atualizado em 06/10/2019 às 07h00

Sai 5º, entra 6º ano: a fase 'divisora de águas' em que a educação brasileira degringola

Difícil transição escolar marca momento em que indicadores educacionais sofrem queda; conheça iniciativas no Brasil e no exterior para amenizar essas dificuldades. Entrada nos anos finais do fundamental significa passar a ter um professor para cada disciplina
GERJ/Fotos Públicas
"É muita coisa, professora, é muito conteúdo." "Você está indo rápido demais, não estamos acompanhando o ritmo."
Essas são algumas das frases que a professora Patricia Rosas, da rede pública de Campina Grande (PB), já escutou de alunos recém-entrados no 6º ano, o primeiro da etapa final do ensino fundamental brasileiro.
"Para os alunos, a entrada no 6º ano é uma ruptura da rotina escolar", explica Rosas.
FERRAMENTA DO G1: CONFIRA RAIO-X DAS ESCOLAS BRASILEIRAS
A transição do 5º para o 6º ano, quando as crianças costumam ter a partir de 11 anos, é considerada uma fase delicada: é a partir daí que conquistas recentes da educação pública...

Fonte: Globo.com

Educação

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS