Menu
Atualizado em 18/07/2019 às 16h40

Três anos do sumiço de fetos no HUUFMA: Irregularidades, arquivamento e sem julgamento

Em 2016, uma mãe perdeu o bebê e não pôde sepultar porque o feto desapareceu. Investigações ainda acrescentaram outros fetos desaparecidos no Hospital Universitário da UFMA, mas dois processos nunca foram julgados e outro foi arquivado no âmbito criminal. Em 2016, Hospital Universitário admitiu o desaparecimento de fetos
Reprodução/TV Mirante
Após três anos do sumiço de fetos do Hospital Materno Infantil da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA), já houve laudos comprovando irregularidades, uma ação individual, uma Ação Civil Pública e até a descoberta de outros sete fetos desaparecidos. Porém, ainda não houve julgamento. O processo criminal do caso, inclusive, já foi arquivado.
Os pais, Edinete Francisa dos Santos e Acsuel José Pereira Silva, que perderam a filha Maria Clara, ainda se sentem injustiçados por não saber o que causou a morte ainda durante gestação e por não conseguirem realizar um sepultamento digno.
"Não...

Fonte: Globo.com

MA - São Luís

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS