Menu
Atualizado em 09/10/2019 às 18h40

Pesquisadores anunciam descoberta de banco de corais com 16 quilômetros quadrados, em Fernando de Noronha

De acordo com Equipe do Departamento de Oceanografia da UFPE, descoberta está a 50 metros de profundidade e distante cinco quilômetros da ilha. Imagens captadas pela equipe da UFPE mostram banco de corais no fundo do mar em Noronha
Departamento de Oceanografia UFPE/Divulgação
Pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) anunciaram a descoberta de um novo banco de corais, com 16 quilômetros quadrados de área, a 50 metros de profundidade e distante cinco quilômetros de Fernando de Noronha. Segundo a equipe do departamento de Oceanografia, é um dos maiores bancos da espécie de coral conhecida como “cérebro do Nordeste”.
A descoberta foi feita quase que por acaso. Os pesquisadores mapeavam o fundo do oceano na área do arquipélago, quando foram surpreendidos pelo achado.
Organismos vivos, os corais servem como abrigo para os animais marinhos, que se alimentam e se reproduzem no local. “Vimos cerca de 48 mil peixes de 66...

Fonte: Globo.com

Meio Ambiente

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS