Menu
Atualizado em 21/05/2019 às 18h59

Confrontos na Síria causaram pelo menos 44 mortos

Os ‘jihadistas’ lançaram hoje uma ofensiva contra as forças do regime na zona do seu último bastião no noroeste da Síria, num combate que causou pelo menos 44 mortos, anunciou uma organização não-governamental (ONG).A província de Idlib, dominada por ‘jihadistas’ do Hayat Tahrir al-Sham (antiga filial da Al-Qaida), é o último reduto que está fora do controlo do regime sírio.Desde abril, as forças a favor do Governo intensificaram os ataques aéreos contra algumas áreas controladas pelos ‘jihadistas’ em Idlib e na província vizinha de Hamã.Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, os confrontos causaram a morte de 44 pessoas, 18 ‘jihadistas’ e 26 elementos das forças do regime.Os ataques no sul de Idlib e no norte de Hama levaram mais de 150 mil pessoas a fugirem, anunciaram as Nações Unidas.As Nações Unidas alertaram ainda para o risco de uma “catástrofe humanitária” em Idlib se a violência continuar, durante uma reunião de...
Comente esse artigo

Mundo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS