Menu
Atualizado em 21/05/2019 às 04h59

Número de pessoas na Europa em liberdade condicional está a aumentar

O número de pessoas na Europa sujeitas a sanções e serviços comunitários, sob a supervisão de agências de liberdade condicional, está a aumentar, sendo quase de dois milhões, de acordo com um relatório do Conselho da Europa hoje divulgado. Os países com maiores índices de pessoas sob a supervisão de agências de liberdade condicional são a Turquia (471 em 100.000), a Bélgica (426) e o Reino Unido (411), Lituânia (392) e Rússia (350).Portugal, com 300 pessoas em 100.000, é um dos países com uma taxa de sanções e serviços comunitários acima da média europeia, à frente de países como a França (262), Holanda (251), República Checa (248), República Eslovaca (223) e Malta (217).Em 31 de janeiro de 2018, havia 1.810.357 pessoas na Europa sob a supervisão das 41 agências de liberdade condicional abrangidas pelo relatório, o que representa uma taxa média de população probatória de 169 por 100.000 habitantes.Entre 2016 e 2018, a população na Europa em...
Comente esse artigo

Mundo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS