Menu
Atualizado em 13/06/2019 às 19h59

Jornalismo na Venezuela está limitado e bloqueado

A actividade jornalística na Venezuela esteve limitada durante o passado mês de maio, havendo ainda a registar o bloqueio de vários portais ‘web’, a suspensão temporária do acesso á Internet e limitações no acesso dos jornalistas ao parlamento.Segundo a Organização Não Governamental (ONG) “Espaço Público”, que analisa a evolução dos direitos humanos e da liberdade de expressão na Venezuela, durante o mês de maio foram registadas “114 denúncias de violações ao direito à liberdade de expressão” que afetaram 60 entidades, principalmente jornalistas (29 denúncias) e jornais (13).Foram ainda registados seis casos de bloqueio de plataformas ‘web’ “especialmente em momentos em que o presidente” do parlamento, o opositor Juan Guaidó, “realizava atividades nas ruas ou discursos públicos”.“Os principais responsáveis pelas violações da lei continuam a ser os órgãos de segurança, instituições e funcionários públicos”, é referido num...

Mundo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS