Menu
Atualizado em 17/09/2019 às 10h20

Na reta final, Dodge 'trava' opinião da PGR em temas sensíveis a Bolsonaro


Na reta final à frente da PGR (Procuradoria-Geral da República), Raquel Dodge limitou o perímetro de ação de seu sucessor, Augusto Aras, nas pautas de costumes e ambiental -durante o processo de escolha do novo PGR, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que o novo chefe do órgão não deveria ser xiita ambiental e que teria de entender que "as leis têm de ser feitas para a maioria".
Leia mais (09/17/2019 - 11h00)

Fonte: Folha UOL

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS