Menu
Atualizado em 21/07/2019 às 08h40

Ataque à policial militar grávida reacende medo acerca dos agentes de segurança no Pará

Estado registra a morte de 26 policiais militares em 2019. Segup diz que trabalha na capacitação dos agentes de segurança pública e que serão construídos novecentas unidades habitacionais para policiais. Ataque à policial militar grávida reacende medo acerca dos agentes de segurança no PA
O Pará registrou a morte de 26 policiais militares de janeiro até agora em 2019. Na sexta-feira (19), a PM Ketlen Lima Silva, 23 anos, foi baleada por assaltantes no bairro Guajará, em Ananindeua. Ela estava grávida e está internada no Hospital Metropolitano, mas o bebê acabou morrendo.
Com o elevado número de mortes de policiais registrados no estado, esposas e familiares de policiais criou o movimento "Pará pede paz". Para o movimento, o atual cenário da segurança pública no Pará é preocupante.
"Na maioria das vezes vem como assalto, mas não é assalto. Eles vêm para ceifar a vida do policial militar, para ter aquele troféu, que é a arma do policial...

Fonte: Globo.com

PA - Belém

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS