Menu
Atualizado em 21/07/2019 às 13h40

Justiça determina que homem investigado por assediar senadora da PB entregue cestas básicas

Acordo de transação penal foi aceito pelo homem, que é funcionário do Estado da Paraíba. Assédio foi feito pelo Twitter, durante a campanha em 2018. Sede do TRE-PB
Francisco França/Jornal da Paraíba
Um funcionário da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), investigado como autor de mensagens de assédio contra a senadora Daniella Ribeiro (PP) na época das eleições, foi obrigado pela Justiça a entregar cestas básicas a uma instituição de caridade pelo período de 24 meses. A decisão da Justiça Eleitoral foi feita em uma audiência que resultou em uma transação penal, realizada no Fórum Eleitoral de João Pessoa na sexta-feira (19).
A notícia-crime foi instaurada a partir de uma representação feita por Daniella Ribeiro, à época, candidata ao Senado. Por meio de um perfil anônimo do Twitter, o homem teria feito postagens com conteúdo ofensivo e pejorativo em relação à candidata durante um debate de uma emissora de televisão da...

Fonte: Globo.com

PB - João Pessoa

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS