Menu
Atualizado em 18/08/2019 às 08h40

Tatuador 'apaga' cicatrizes de vítimas de agressão: 'Carregava como troféu', diz mulher na PB

Jovem tinha cicatriz após ser agredida com vidro pelo ex-marido. Tatuagem foi realizada por profissional que criou campanha para ajudar vítimas da violência doméstica na Paraíba. Cicatriz marcada por violência doméstica foi coberta por tatuagem de rosa, em João Pessoa
Fábio Manson/Arquivo Pessoal
Ana Paula (nome fictício) passou mais de dois anos sofrendo violência dentro de um relacionamento abusivo. Era jovem, casou aos 19 anos, cheia de sonhos. Mas depois do divórcio ficaram as marcas: na mente e no corpo. Para ter uma vida mentalmente saudável, faz terapia e é acompanhada por médicos. Mas as marcas no corpo ainda lembravam dos momentos de agressão. Depois que o tatuador da Paraíba, Fábio Manson, lançou uma campanha para substituir, de graça, as marcas deixadas pela violência por uma tatuagem, Ana voltou a ver seu corpo unicamente como seu.
A campanha foi divulgada nas redes sociais do tatuador pela primeira vez no dia 10 de agosto. Mas...

Fonte: Globo.com

PB - João Pessoa

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS