Menu
Atualizado em 22/08/2019 às 18h40

Vereador de Campina Grande preso na 'Operação Famintos' é transferido pra João Pessoa

Renan Maracajá (PSDC) foi preso nesta quinta-feira por suspeita de desvio em verba de merenda. Segundo o juiz Vinícius Costa Vidor, Renan Maracajá integrava organização criminosa
Divulgação/ Câmara Municipal de Campina Grande
O vereador Renan Maracajá (PSDC) que foi preso nesta quinta-feira (22) na segunda fase da Operação Famintos, em Campina Grande, foi transferido no início da noite para uma penitenciária em João Pessoa. Segundo o juiz da 4º Vara Federal, Vinícius Costa Vidor, o parlamentar está envolvido com empresas beneficiadas no esquema de desvio em verba de merenda.
Ainda de acordo com a Justiça, o esquema causou um prejuízo de R$ 2,3 milhões. Renan Maracajá foi o vereador mais votado nas últimas eleições, obtendo 4.977 votos. Segundo a defesa de Renan Maracajá, ele foi encaminhado para uma penitenciária que fica no bairro Mangabeira.
'Famintos': entenda operação sobre fraude em verba da merenda de Campina Grande

Fonte: Globo.com

PB - João Pessoa

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS