Menu
Atualizado em 20/09/2019 às 10h40

Conversa aponta que empresário investigado na Operação Famintos pagava propina a professor, na PB

Operação investiga fraudes na merenda escolar em Campina Grande. Na conversa, interceptada pela PF, professor diz que recebe cerca de R$ 700 e pede aumento para ajudar colega de trabalho. Um conversa por meio de ligação telefônica revela o pagamento de uma suposta propina para um professor por um empresário investigado na Operação Famintos, que descobriu um esquema de fraudes em licitações e desvio de verba na merenda escolar em Campina Grande. No diálogo, interceptado pela Polícia Federal, o professor de uma escola pública diz que recebe quase R$ 700 por mês do fornecedor dos produtos da escola. A gravação foi feita, com autorização da Justiça, em maio deste ano.
'Famintos': entenda operação sobre fraude em verba da merenda de Campina Grande
Durante o diálogo, o professor pede ao empresário um aumento no valor recebido. Ele diz que precisa que o empresário aumente a suposta propina para R$ 1 mil, alegando que o valor aumentado será...

Fonte: Globo.com

PB - João Pessoa

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS