Menu
Atualizado em 25/06/2019 às 02h00

Indemnizações custam mais 5,7 milhões

Por ter prorrogado os prazos de realização das obras ‘Construção do acesso Oeste à Circular à Cidade do Funchal, à Cota 200’ e ‘Acesso à Ligação ao Porto do Funchal’, a Região vai ter, agora, de indemnizar as construtoras. Os acordos em tribunal entre o Governo Regional e as empresas mostram que serão mais 5,7 milhões de euros a sair dos cofres da Região devido a prorrogações. Saiba quais são os consórcios e como justifica o Governo Regional, na manchete desta terça-feira do DIÁRIO.A notícia da página 11 dá conta de que o presidente de mesa de Animação Turística da Associação de Comércio e Indústria do Funchal (ACIF), Pedro Mendes Gomes, abandona o cargo. Destaque também para a atribuição da mais alta condecoração regional, a Insígnia Autonómica de Valor, ao historiador Alberto Vieira, falecido no final de Fevereiro. A medalha a título póstumo será atribuída na próxima segunda- feira, num total de 18 Insígnias Honoríficas Madeirenses...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS