Menu
Atualizado em 25/06/2019 às 03h20

Nicolás Maduro apela ao reforço da união entre civis e militares

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, recordou segunda-feira a perseverança e capacidade estratégica de Simón Bolívar para superar traições e divisões e instou os venezuelanos a fortalecerem a união civil e militar.“Que ninguém se deixe enganar. A Venezuela avançará pelo esforço que fizermos, pelo amor que coloquemos na nossa tarefa. A Venezuela existirá como República independente e soberana se as Forças Armadas continuarem unidas, coesas e leais”, disse.Nicolás Maduro falava no Estado venezuelano de Carabobo (centro do país), durante uma cerimónia que evocou os 198 anos da Batalha de Carabobo, uma das principais ações militares independentistas, comandadas por José António Páez, Miguel de la Torre e Simón Bolívar, um militar e político venezuelano que teve um papel importante na independência da Bolívia, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e da Venezuela do império espanhol.“Ninguém nos obsequiou a nossa independência, ninguém nos ofereceu...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS