Menu
Atualizado em 19/08/2019 às 05h40

António Costa fala em “vitória do país” e da “maturidade”

O primeiro-ministro escusou-se hoje a falar em triunfo do seu Governo na crise energética, devido à greve de motoristas, preferindo declarar que “houve, sobretudo, uma vitória do país” e da sua “maturidade”.“Acho que houve sobretudo uma vitória do país e da nossa maturidade. Vivemos uma greve que podia ter tido consequências muito graves. A verdade é que foi possível que o país se mantivesse em funcionamento se quem isso pusesse em causa o legítimo direito à greve dos trabalhadores”, afirmou António Costa, após reunião na Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), em Lisboa.O chefe do executivo socialista anunciou a intenção de declarar o fim da crise energética, decretada há nove dias, pelas 24:00 de hoje, assim como extinguir a Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA) exclusiva e aumentar o limite máximo de consumo de combustível pelos particulares para 25 litros, a partir das 10:00.“O Governo não era parte neste conflito,...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS