Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 16h40

Detectado pela primeira vez vapor de água em planeta extrassolar na “zona habitável”

Cientistas detetaram pela primeira vez vapor de água na atmosfera de um planeta fora do Sistema Solar que está na “zona habitável”, a uma distância da sua estrela que lhe permite ter à superfície água líquida, foi hoje divulgado. O planeta orbita uma estrela anã vermelha, a K2-18, que está a 110 anos-luz da Terra, na constelação Leão, sendo considerado uma “superterra” porque as dimensões da sua massa variam entre as da Terra e Neptuno, o último planeta do Sistema Solar.Para detetar a assinatura de vapor de água na atmosfera no planeta extrassolar em causa, o K2-18b, uma equipa de cientistas da University College London, no Reino Unido, estudou dados de observações feitas em 2016 e 2017 com o telescópio espacial Hubble, operado pelas agências espaciais norte-americana (NASA) e europeia (ESA).Além disso, a equipa desenvolveu algoritmos para analisar o espetro de luz da anã vermelha filtrado pela atmosfera do planeta, descoberto em 2015.Os resultados do...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS