Menu
Atualizado em 12/09/2019 às 01h20

FC Porto fala em “banco dos réus desfalcado” e em “guerra” judicial

O FC Porto afirmou hoje que o processo ‘e-toupeira’ “vai chegar a julgamento com o banco dos réus desfalcado”, depois de o Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) não ter pronunciado a SAD do Benfica.“A FC Porto Futebol, SAD constata que o processo E-Toupeira vai chegar a julgamento com o banco dos réus desfalcado do elemento a quem aproveitou o crime, no plano desportivo”, começa por referir o clube portista em comunicado divulgado no seu sítio oficial.Os ‘dragões’ apontam “interpretações divergentes sobre a natureza e grandeza das provas que tornassem inequívocas as relações entre mandados e mandantes, sendo certo que partilhavam o mesmo corredor no Estádio da Luz”.O FC Porto diz ainda que é “evidente que a SL Benfica Futebol SAD não foi pronunciada em consequência de uma ‘guerra’ entre o Ministério Público e a Magistratura”.O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) decidiu hoje não levar a julgamento a SAD do Benfica no âmbito do processo...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS