Menu
Atualizado em 19/09/2019 às 23h40

Jornadas de Português sugerem digitalização de literatura para telemóveis

Digitalizar livros para encontrar novos leitores de português entre os utilizadores de telemóveis é uma missão que pode ser assumida pelas universidades, sugeriu ontem uma das oradoras nas 10.ª Jornadas de Língua Portuguesa da Universidade Pedagógica, em Maputo.“A academia tem de produzir estes novos formatos de livros para captar o interesse desse público que já não nasceu na época do papel, mas na época das tecnologias digitais”, disse Leonilda Sanveca, diretora da Faculdade de Ciências da Linguagem, Comunicação e Artes da Universidade Pedagógica à Lusa.Sanveca defende que a digitalização deve incluir todo o tipo de material literário possível, “de forma a captar o interesse dos jovens, que são a maioria” da população.A ideia é um desafio para o corpo docente, dado que “é muito difícil” o ajuste a novas realidades, mas é um repto “necessário”, concluiu.As jornadas anuais acontecem na primeira semana de maio e este ano deviam ter-se...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS