Menu
Atualizado em 20/09/2019 às 00h40

Fundo Global do VIH, tuberculose e malária salvou 32 milhões de vidas desde 2002

Os programas do Fundo Global de Combate ao VIH, tuberculose e malária permitiram salvar 32 milhões de vidas desde 2002 até hoje, mas é necessário “acelerar o movimento” de combate àquelas doenças.Segundo um relatório ontem divulgado pelo Fundo Global, que é uma organização financeira internacional, no ano passado quase 19 milhões de pessoas estavam em terapia anti-retroviral nos países em que o fundo investe, enquanto 5,3 milhões de pessoas foram testadas e tratadas para a tuberculose.Contudo, há “novas ameaças” em torno dos objetivos internacionais para acabar com as três doenças até 2030, segundo o próprio relatório, citado pelas agências internacionais de notícias.A primeira dessas ameaças é, segundo o relatório, o “financiamento estagnado”, a par da “resistência aos medicamentos”, incluindo o principal tratamento contra a malária.O Fundo Global resulta de uma parceria entre estados e organizações do setor privado e doentes,...

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS