Menu
Atualizado em 20/09/2019 às 10h00

Há 40 anos, eram cinco os partidos que admitiam concorrer pela Madeira às legislativas nacionais

A 20 de Setembro de 1979, o DIÁRIO noticiava o facto de apenas cinco partidos - PSD, PS, CDS, UDP e PCP (coligação APU - Aliança Povo Unido) - pretenderem concorrer às eleições intercalares para a Assembleia da República, marcadas para 2 de Dezembro. Quatro décadas depois, no próximo dia 6 de Outubro, serão 20 os partidos e coligações no boletim de voto para o círculo eleitoral da Madeira.As previsões de apenas cinco partidos acabariam por nãos e confirmar, porque PCTP/MRPP e PSR também iriam concorrer, aumentando para sete o número de candidaturas.Nas eleições intercalares de 1979 - um parlamento que deveria funcionar até ao ano seguinte quando terminava a legislatura - a Aliança Democrática (PSD/CDS) venceria com 42,5% dos votos. Na Madeira, o PSD elegeria quatro dos cinco deputados e o PS ficaria com um.

Portugal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS