Menu
Atualizado em 18/07/2019 às 21h20

MP-PR investiga pagamento de aluguel de prédio sem uso pela Prefeitura de Foz do Iguaçu

Prefeitura pagou R$ 45 mil de aluguel e mais R$ 40 mil pela rescisão contratual. MP quer informações sobre o aluguel do prédio que nunca foi usado
O Ministério Público do Paraná (MP-PR) abriu nesta quinta-feira (18) uma investigação sobre o pagamento de aluguel por um prédio sem uso pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.
A Promotoria de Patrimônio Público questionou a administração municipal sobre o objetivo de gastar R$ 45 mil no aluguel de um espaço para não usá-lo.
A prefeitura também teve que pagar a rescisão do contrato gastando outros R$ 40 mil. O prédio foi alugado por um ano, e o contrato foi cancelado após nove meses.
O MP-PR solicitou ao município o envio de documentos, incluindo o material de uma sindicância realizada em março, que não apontou responsáveis.
O prefeito Chico Brasileiro (PSD) afirmou em uma rede social que o contrato de aluguel por um imóvel não usado é um ato grave e que os...

Fonte: Globo.com

PR - Curitiba

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS