Menu
Atualizado em 13/08/2019 às 17h00

Presidente da Câmara de Vereadores de Astorga e assessor são presos

Ministério Público diz que José Carlos Paixão (PTB) e assessor ofereceram propina a um homem para evitar uma denúncia de corrupção. José Carlos Paixão (PTB), presidente da Câmara de Vereadores de Astorga, foi preso pelo Gepatria
Juliana Guzzoni/RPC
O presidente da Câmara de Vereadores de Astorga, no norte do Paraná, José Carlos Paixão (PTB), e um assessor foram presos pelo Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), nesta terça-feira (13).
As prisões ocorreram por volta das 14h30, na Câmara de Vereadores.
Segundo o Ministério Público do Paraná (MP-PR), José Carlos Paixão, o vereador Mauricio Juliani (DEM) e o assessor de comunicação da Casa, Fernando Gardin, ofereceram propina e um cargo no Legislativo municipal para um homem que, com frequência, noticiava fatos irregulares realizados pela prefeitura ao MP-PR.
O promotor Renato de Lima Castro detalhou que...

Fonte: Globo.com

PR - Curitiba

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS