Menu
Atualizado em 19/08/2019 às 16h40

Depressão pós-parto: quando procurar ajuda?

Estudos internacionais revelam que 20% das puérperas não buscam auxílio quando apresentam sintomas da doença Depois de 40 semanas cheias de mudanças no corpo, planos e expectativas, a chegada de um bebê à rotina nem sempre sai como o planejado. No lugar da alegria, um misto de tristeza e nostalgia: a barriga foi embora e agora é preciso amamentar, trocar fraldas e atender um bebê que chora sem motivo aparente. A sensação é tão comum que tem nome próprio, o baby blues. “A partir da primeira semana após o parto é normal que um sentimento de tristeza e desânimo acometa as novas mamães. O estado de baby blues pode atingir em torno de 80% das mulheres”, explica Bruna Cristina Silva Bastos (CRP 08-23617), psicóloga da Unidade Materno Infantil da Clinipam.
Ainda que seja recorrente, o baby blues merece atenção. Quando demora a passar, pode dar origem a um quadro mais grave: a depressão pós-parto. A Organização Mundial da Saúde estima que uma em cada...

Fonte: Globo.com

PR - Curitiba

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS