Menu
Atualizado em 18/09/2019 às 11h20

Sem moradia, venezuelanos refugiados pedem dinheiro nas ruas de Natal

Pelo menos seis famílias estão na mesma situação, sem abrigo. Grupo chegou a Natal há quatro dias. O venezuelano Wilame Matarazza aguarda pelos familiares que devem chegar a Natal no fim de semana
Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi
Wilame Matarazza e Inácio Tori carregavam cartazes em que pediam ajuda, enquanto tentavam conseguir dinheiro com os motoristas que trafegavam nesta quarta-feira (18) pela Avenida Engenheiro Roberto Freire, na Zona Sul de Natal. Os dois são refugiados venezuelanos e chegaram à capital potiguar há quatro dias. Segundo eles, pelo menos seis famílias estão na mesma situação, sem moradia.
Parte deste grupo de refugiados da Venezuela, formada por mulheres e crianças, se reuniu no semáforo do cruzamento entre a Avenida Prudente de Morais e a rua Mossoró, em Petrópolis, Zona Leste. Os pedidos são os mesmos.
Os estrangeiros dizem que entraram no Brasil há dois meses, por Roraima. De carona, foram até Fortaleza (CE) e...

Fonte: Globo.com

RN - Natal

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS