Menu
Atualizado em 21/08/2019 às 17h00

Porto na fronteira entre Brasil e Bolívia é fechado devido protestos contra candidatura de Evo Morales

Consulado da Bolívia em Guajará-Mirim (RO) informou que manifestações estão ocorrendo desde 2018. Previsão é que porto seja reaberto ainda nesta quarta-feira (21). Porto é fechado em Guajará-Mirim devido protestos na Bolívia
O porto de Guajará-Mirim (RO), na fronteira com a cidade boliviana Guayaramerin, foi fechado na manhã desta quarta-feira (21) devido a protestos realizados no país vizinho contra a nova candidatura de Evo Morales, que deve concorrer às eleições presidenciais em outubro deste ano.
Segundo o consulado boliviano em Guajará-Mirim, os protestos acontecem desde o ano passado e são organizados pelo Comitê Cívico da Bolívia, que pede que o “Referendum 21 de febrero del 2016” seja cumprido. Nesse referendo foi acordado que o presidente tenha apenas dois mandatos, e o atual presidente da Bolívia está concorrendo ao terceiro mandato.
De acordo com Alexandre Guzman, cônsul da Bolívia em Guajará, Evo Morales está concorrendo...

Fonte: Globo.com

RO - Porto Velho

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS