Menu
Atualizado em 12/07/2019 às 19h40

Justiça volta a determinar prisão de grupo que denunciou violência policial após apreensão de maconha em Porto Alegre

Seis homens foram presos após BM localizar um galpão com 4,6 toneladas de maconha. Eles relataram a juíza ter sido agredidos por PMs, e obtiveram liberdade provisória. MP recorreu e obteve reversão da decisão. Carga de maconha foi encontrada embalada em depósito de Porto Alegre
Brigada Militar/Divulgação
A 2ª Vara Criminal de Porto Alegre determinou nesta sexta-feira (12) que voltem a ser presos os seis suspeitos flagrados na noite de quarta-feira (10) durante uma apreensão de 4,6 toneladas de maconha na capital gaúcha. Após terem a prisão preventiva decretada, eles tiveram a liberdade provisória concedida por outra decisão judicial, também desta sexta.
Os seis foram presos em flagrante pelo 11º BPM, que localizou um galpão em que 4,6 toneladas de maconha estavam armazenadas, no bairro Humaitá, Zona Norte da capital. Um dia depois, a juíza Lourdes Helena Pacheco Silva converteu o flagrante em prisão preventiva.
Nesta sexta, a mesma...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS