Menu
Atualizado em 19/07/2019 às 09h20

Justiça determina bloqueio de bens de acusados por irregularidades em obras na Câmara de Rio Grande

Essa é a primeira fase da investigação, que começou após denúncias em junho de 2018. Bloqueio é de mais de R$ 3 milhões, e envolve ex-presidente e ex-diretor da Casa. Justiça determina bloqueio de dinheiro de ex-presidente da Câmera de Rio Grande
A primeira fase da investigação sobre irregularidades em obras realizadas na Câmara de Vereadores de Rio Grande, no Sul do estado, resultou em uma decisão judicial de indisponibilidade de bens e valores no total de R$ 3 milhões. Denúncias foram feitas em junho de 2018.
O Ministério Público apontou que a reforma feita entre 2015 e 2016 não teve fiscalização nem controle na emissão de notas fiscais, e ajuizou ação civil pública por improbidade administrativa.
As obras consistiram em melhorias no telhado, no escoamento pluvial, no piso, colocação de grades de proteção, aplicação de manta asfáltica, reboco, pintura e textura em paredes. Além dos problemas na contratação, o MP também...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS