Menu
Atualizado em 22/08/2019 às 18h20

Cemitério clandestino em Porto Alegre teria cerca de 100 corpos enterrados, segundo MP

Polícia Civil investiga o caso desde 2017. Doze pessoas foram denunciadas e aguardam julgamento. Entre desaparecidos que podem ter sido enterrados na região, estão uma menina de 12 anos e um policial militar. Cemitério clandestino é investigado pela Polícia Civil desde 2017
Fábio Almeida/RBS TV
Em uma área de mais de 250 mil metros quadrados no bairro Alto Petrópolis, Zona Leste de Porto Alegre, em uma das entradas do Morro Santana, está o que até agora é apontado por autoridades como o maior cemitério clandestino do Rio Grande do Sul. O Ministério Público diz que cerca de 100 pessoas foram enterradas na região.
O local fica ao lado da chamada Vila Esqueleto e há poucos quilômetros do bairro Mário Quintana, e teria sido transformado há pouco mais de cinco anos em um "tribunal" por uma das maiores facções do estado, onde desafetos, traidores da quadrilha e até pessoas que estavam em locais errados e no momento errado eram julgadas,...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS