Menu
Atualizado em 18/09/2019 às 10h20

Pelo segundo dia, postos de saúde têm atendimentos restritos em Porto Alegre após anúncio do fim do IMESF

Secretaria Municipal da Saúde informou que 17 unidades de saúde foram fechadas durante a manhã. Prefeitura divulgou nesta terça-feira (17) que o STF decidiu tornar o instituto inconstitucional. Plano emergencial foi anunciado, e sindicato contesta. Alguns postos de saúde estavam fechados na manhã desta quarta (18)
Mateus Marques/RBS TV
Pelo segundo dia seguido, postos de saúde de Porto Alegre fecharam as portas ou tiveram atendimentos restritos. Na terça-feira (17), a prefeitura anunciou a criação de um plano emergencial a partir da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que tornou o Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF) inconstitucional. O Sindisaúde contesta a medida adotada pelo município e realiza um protesto na manhã desta quarta-feira (18).
A Secretaria Municipal da Saúde informou que 17 unidades de saúde foram fechadas durante a manhã. O município acrescentou que 88 mil pessoas destas regiões tiveram o...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS