Menu
Atualizado em 10/10/2019 às 11h00

MP-RS investiga esquema que vendia arroz com insetos, larvas e fezes de rato para o RJ e SP

Estão sendo cumpridos 11 mandados nas cidades gaúchas de Cerro Branco, Novo Cabrais, Cachoeira do Sul, Candelária e Ibiraiaras, além de Sombrio, em Santa Catarina. Três pessoas já foram presas. Arroz é impróprio para o consumo
Divulgação/MP
O Ministério Público do Rio Grande do Sul realiza uma operação na manhã desta quinta-feira (10) contra uma fraude na comercialização de arroz. Conforme o órgão, o esquema consistia na venda do produto, até mesmo com insetos, larvas e fezes de rato, para o Sudeste – principalmente para São Paulo e Rio de Janeiro.
Estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão temporária contra integrantes da organização suspeita de praticar crimes de sonegação fiscal, adulteração de produto alimentício e contra as relações de consumo. Até por volta das 11h50, três pessoas haviam sido presas.
Também são cumpridos sete mandados de busca e apreensão em empresas e residências nas cidades gaúchas...

Fonte: Globo.com

RS - Porto Alegre

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS