Menu
Atualizado em 13/08/2019 às 17h20

Especialista em consumo de Mogi orienta sobre discriminação em estabelecimentos comerciais

Pesquisa da Fundação Procon São Paulo revelou que 55% dos entrevistados já sofreram algum tipo de discriminação ao ir às compras. De Olho nas Compras: Especialista em consumo fala sobre preconceito
Uma pesquisa da Fundação Procon São Paulo revelou que 55% dos entrevistados já sofreram algum tipo de discriminação ao ir às compras. Na percepção deles, o preconceito pode ter alvos como a condição financeira e a raça do consumidor.
O maior número de casos de discriminação relacionado à orientação sexual e gênero, 62%, está relacionado a homens transgêneros, ou seja, quando a pessoa não se identifica com o sexo biológico.
Nas ruas, tem quem sentiu na pele ou presenciou esse preconceito. Alexandra Braga é coordenadora do Fórum LGBT de Mogi das Cruzes e afirma que no município esse tipo de preconceito nas lojas ainda existe.
"É um pouco velado, mas existe. Então, quando uma pessoa LGBT chega, e existe alguém ali que pelas suas...

Fonte: Globo.com

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS