Menu
Atualizado em 20/08/2019 às 17h20

Balança comercial da região de Campinas fecha julho negativo e fica 17,1% menor que em 2018

Entre as cidades que mais investiram em importações no período, estão Paulínia, Campinas e Jaguariúna. A região de Campinas (SP) encerrou julho com déficit de US$ 779,1 milhões na balança comercial, divulgou o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) nesta terça-feira (20). O resultado é 17,1% menor que o mesmo mês do ano passado. Entre as cidades que mais investiram em importações, estão Paulínia, Campinas e Jaguariúna.
O número negativo na região é reflexo de uma diferença entre o lucro de US$ 308,9 milhões nas exportações e o gasto de US$ 1 bilhão em importações.
Produtos químicos diversos foram os itens que geraram maior desembolso com importação, com um total de US$ 244,5 milhões. Já o setor que mais gerou exportação em julho foi o de máquinas, caldeiras, aparelhos mecânicos e suas partes. Ele gerou à região uma renda de US$ 51,5 milhões.
Cidades que mais importaram
Paulínia, na qual está instalada...

Fonte: Globo.com

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS