Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 18h00

Agredida com mais de 70 facadas faz alerta a mulheres em relações abusivas: ‘não existe ex-agressor’

No dia 21 de julho ele invadiu a casa dela em Taubaté (SP) por não aceitar o término do namoro. Depois de passar três dias em coma e duas semanas internada, ela faz tratamento para recuperar os movimentos do lado esquerdo do corpo. Vendedora Aline Guimarães foi esfaqueada mais de 70 vezes pelo ex-companheiro
Talita França/ TV Vanguarda
As marcas de uma relação abusiva são parte da imagem que a vendedora Aline Guimarães, de 38 anos, precisa encarar todos os dias. No dia 21 de julho ela foi esfaqueada mais de 70 vezes pelo ex-companheiro, que invadiu a casa dela por não aceitar o término do namoro.
Depois de passar três dias em coma e duas semanas internada, ela faz tratamento para recuperar os movimentos do lado esquerdo do corpo, relembra as agressões e faz um alerta para conscientizar outras mulheres que estão em relações abusivas.
“Hoje tenho essa consciência de que eu deveria ter tomado uma atitude antes. Não existe o ex-agressor....

Fonte: Globo.com

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS