Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 09h00

Ex-goleiro do Corinthians que matou jovem em SP alega 'visão obstruída'

Audiência de instrução do caso durou mais de cinco horas. Testemunha deverá ser ouvida por carta precatória e, então, será decidido se Raphael Aflalo vai ou não a júri popular. Goleiro Raphael Aflalo, de 22 anos, é acusado de homicídio doloso após atropelar jovem em Santos (SP)
Arquivo Pessoal
Durou mais de cinco horas a audiência de instrução sobre o caso do goleiro Raphael Aflalo, de 22 anos, que atropelou e matou o adolescente Matheus da Silva Nascimento, de 17, em abril de 2017 em uma avenida de Santos, no litoral de São Paulo. Durante o depoimento, que se prolongou durante toda a quarta-feira (10), Aflalo alegou que teve a visão obstruída por um outro veículo e não conseguiu ver o carrinho a tempo de desviar. A defesa tenta evitar que o jovem vá a júri popular.
Antes do início da audiência, na porta do Fórum de Santos, familiares de Matheus protestaram com camisetas em homenagem à vítima. "Ele era honesto, trabalhador, bom filho...

Fonte: Globo.com

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS