Menu
Atualizado em 18/09/2019 às 11h40

Disfarçada com outros nomes, a censura está querendo voltar


O site de "Torre das Donzelas" já foi derrubado duas vezes. Comentários terríveis, de "morram" para baixo, surgem a todo momento nos perfis do filme no Instagram e no Facebook, mas são logo apagados pela equipe de divulgação. A diretora Susanna Lira vem recebendo toda sorte de ataque.

"Torre das Donzelas" é um documentário sobre prisioneiras políticas da ditadura militar. O título se refere à ala do presídio Tiradentes, em São Paulo, onde muitas dessas mulheres foram confinadas ?entre elas, a ex-presidente Dilma Rousseff.  O longa está pronto há um ano e já foi exibido em vários festivais. Na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2018, ganhou um prêmio de R$ 100 mil da Petrobras, para ajudar na distribuição.

Só que o dinheiro não foi entregue. O novo governo cancelou todas as iniciativas e compromissos da Petrobras na área da cultura. Mesmo assim, "Torre das Donzelas" entra em cartaz nesta quinta (19), em diversos...

Fonte: Folha UOL

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS