Menu
Atualizado em 09/10/2019 às 18h40

MP-SP processa ex-diretora da Câmara por contratar empresa do companheiro 7 vezes sem licitação

Promotor de Piracicaba quer perda da função pública e pagamento de multa de R$ 94.402. Atualmente, Kátia Garcia Mesquita é diretora da Emdhap, empresa pública de habitação. O Ministério Público Estadual (MP-SP) moveu uma ação civil de improbidade contra a ex-diretora administrativa da Câmara Municipal de Piracicaba (SP) Kátia Garcia Mesquita por contratar, em sete oportunidades, a empresa do companheiro dela e que ela própria foi sócia. As contratações ocorreram sem licitação e a maioria não teve cotação de valores com outras empresas.
Atualmente, Kátia é diretora da Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba (Emdhap), empresa pública que faz parte da administração indireta do município. O MP-SP pede à Justiça a perda da função pública dela, além da suspensão dos direitos políticos por oito anos e proibição de firmar contratos com o poder público por dez anos para ela e o companheiro, José Edivaldo...

Fonte: Globo.com

SP - São Paulo

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS