Menu
Atualizado em 19/07/2019 às 20h40

Mulheres convivem há anos com dores após cirurgias malsucedidas feitas em mutirão em Criciúma

Ministério Público fez TAC com prefeitura e hospital para garantir operações reparadoras. Município diz que todas as pacientes serão avaliadas. Pacientes acionam Justiça após uso de material indevido em mutirão de cirurgias em SC
Em Criciúma, no Sul do estado, um grupo de 34 mulheres convive há anos com dores de cirurgias na bexiga que não deram certo. O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura e o Hospital São José para garantir operações reparadoras. O município disse que todas as pacientes serão avaliadas.
"Estou usando fralda, estou até com problema no casamento e muita dor", afirmou a dona de casa Sandra Elias Vicente.
"Dor, dificuldade para ter relação sexual com meu marido, dor na barriga, pélvica, e até hoje eu estou assim, com dor. Há três anos", afirmou a dona de casa Terezinha Mafioletti.
Mutirão
Além dos problemas, essas mulheres têm algo a mais...

Fonte: Globo.com

SC - Florianópolis

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS