Menu
Atualizado em 11/09/2019 às 20h00

Cultivo de ostras e mexilhões da Caieira da Barra do Sul, em Florianópolis, está interditado

Secretaria de Estado da Agricultura confirmou a presença de toxina diarreica nos produtos. Esta é a quinta área de cultivo interditada em Santa Catarina
Julio Cavalheiro/ Secom
Santa Catarina tem mais uma região de cultivo de ostras e mexilhões interditada devido à presença de toxina diarreica. Nesta quarta-feira (11), a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural confirmou a proibição da retirada, comercialização e consumo de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia, na localidade da Caieira da Barra do Sul, em Florianópolis.
Esta é a quinta área de cultivo interditada no estado - Barra e Laranjeiras, em Balneário Camboriú, Armação do Itapocorói, em Penha, e Ponta do Papagaio, em Palhoça, também seguem com restrições. A medida foi necessária após análises laboratoriais detectarem a presença de ácido ocadaico nos cultivos de moluscos bivalves...

Fonte: Globo.com

SC - Florianópolis

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS