Menu
Atualizado em 19/08/2019 às 17h00

Fundação Hospitalar afasta médico suspeito de violência obstétrica em maternidade de Sergipe

De acordo com a defesa da vítima, a gestante chegou a desmaiar durante o parto. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou nesta segunda-feira (19) que a Fundação Hospitalar de Sergipe suspendeu, por 30 dias, as atividades de um médico suspeito de violência obstétrica contra uma gestante na Maternidade do Hospital Regional José Franco, localizada no município de Nossa Senhora do Socorro.
Segundo a defesa da vítima, na madrugada da quinta-feira (15), a mulher de 29 anos de idade aguardava na unidade o momento de realizar o parto normal, quando um médico plantonista a puxou com violência e a levou, nua, para outra sala de parto.
Ainda conforme a defesa, o bebê foi retirado, mas a placenta continuou dentro da mãe. Momentos depois, o médico teria voltado para finalizar o procedimento. Houve aplicação de anestesia, mas antes de surtir efeito, ele teria suturado a vítima, que desmaiou em seguida.
Em decorrência dos maus tratos, a mulher não...

Fonte: Globo.com

SE - Aracaju

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS