Menu
Atualizado em 18/08/2019 às 11h20

Um romance sobre identidades em conflito

Em 'Marrom e Amarelo', Paulo Scott constrói personagens marcados pela discriminação racial Capa de “Marrom e Amarelo” (Alfaguara, 160 pgs. R$ 49,90), do escritor gaúcho Paulo Scott
Divulgação
Nascidos na periferia de Porto Alegre, os irmãos Federico e Lourenço cresceram marcados por episódios de violência e discriminação racial, mas, com temperamentos e tons de pele muito diferentes, um e outro assimilaram e processaram de formas distintas essa circunstância social – determinante, em vários aspectos, da vida interior e da vida exterior dos dois personagens.
Este é o ponto de partida do romance “Marrom e Amarelo” (Alfaguara, 160 pgs. R$ 49,90), do escritor gaúcho Paulo Scott, também autor de “Habitante irreal” e “O ano em que vivi de literatura”, entre outros livros. Nesta entrevista, ele fala sobre seu processo de criação, sobre questões raciais e sobre a função social da literatura.
Leia aqui um trecho do romance...

Fonte: Globo.com

Shows e Eventos

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS